CASA BELA - MÓVEIS E ELETRODOMÉSTICOS

Pesquisar este blog

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Prefeitos do MA vão a Brasília em busca de reajuste na saúde


Com o objetivo de aumentar o valor per capita repassado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) às cidades para custeio da saúde, uma comitiva da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) liderada pelo presidente Cleomar Tema, de Tuntum, chegaram na manhã desta quarta-feira na capital do País. 

Atualmente o Maranhão, com quase 7 milhões de habitantes, é o décimo estado em população no Brasil, no entanto, recebe o penúltimo menor valor per capita do país. Isto equivale a atender uma população muito menor em busca de assistência de saúde. 

O grupo formado por cerca de 70 gestores irá se reunir com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), às 10h30. O encontro com a Bancada Maranhense no Congresso, essa formada por senadores e deputados federais, será às 17h. Já na quarta-feira, às 11h, está agendada audiência com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros. 

De acordo com o deputado federal José Reinaldo (PSB), o Piauí, por exemplo, tem uma população que equivale a menos da metade da do Maranhão e tem uma per capita muito maior. 

“Essa luta da FAMEM é muita justa, ela envolve todos os deputados federais, estaduais, envolve todos os prefeitos. Isso representa, na verdade, uma melhoria nas condições de oferta de saúde à população nos municípios do Maranhão”, explicou. 

Ainda segundo ele, o pleito dos prefeitos é uma preocupação constante dos deputados federais do Maranhão, que já fizeram algumas tentativas no sentido de colocar o estado pelo menos entre os que recebem o valor médio das liberações per capita do SUS. 

15/02 – Quarta-feira 

10h30 – Presidência da Câmara dos Deputados 

Reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia 

17h – Plenário 14 da Câmara dos Deputados 

Reunião da Bancada Maranhense 

16/02 – Quinta-feira 

11h – Ministério da Saúde 

Reunião com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros


Informações Blog da kelly


Nenhum comentário:

Postar um comentário