Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Estrada MA 312 que liga Araioses a Água Doce: da euforia a decepção

Governo do estado diz que obras retornam nas próximas semanas


A MA 312 tem início na saída da cidade, no bairro Rodeador

Se com as máquinas na estrada e trabalhando a descrença ainda existia, com a saída dessas e a consequente paralisação das obras da MA 312, que liga Araioses a Água Doce do Maranhão, passando por Carnaubeiras – tida como a grande esperança de desenvolvimento para a nossa região – passou da euforia para decepção.

A paralisação dos serviços, que ocorreu no início de abril, não indica que o governo do estado não fará mais a estrada. A descrença tem a ver com a longa espera que já duram décadas, quando foram feitas as primeiras promessas de que a estrada seria asfaltada, fato nunca ocorrido. Com o novo governo, eleito em 2014, e o início das obras, a esperança se renovou.
ma-312-araioses1ma-312-araioses2


O blog tentou contato com a MAKETE CONSTRUÇÕES E TERRAPLANAGEM LTDA, empresa responsável pela execução da obra, mas não foi possível saber uma posição da construtora, já que há informações de que essa teria parado de trabalhar por falta de pagamento de parte do governo do estado.

Saber de uma posição da empresa se justifica pelo fato de haver também informações de que essa não estaria recebendo os pagamentos do estado, devido algumas pendências dela junto ao BNDES, órgão que financia a obra.
ma-312-araioses3
Depois da paralisação parte das máquinas foram retiradas pela construtora

Recentemente um jornalista ligado à Família Sarney publicou em seu blog, postagem onde diz que o Clube de Engenharia do Maranhão (CEM) teria contestado por meio de uma nota oficial, a versão do governo Flávio Dino (PCdoB) para os atrasos e paralisações de obras bancadas com recursos do BNDES, que segundo o Executivo, a culpa seria das empreiteiras a paralisação dos serviços.

Longe de querer desmerecer o trabalho de quem quer que seja não se pode deixar de observar na postagem do jornalista, uma clara tendência de responsabilizar somente o governo do estado pela paralização dessa e de outras obras.

Mozart Magalhães Araújo – Chefe da Assessoria de Comunicação da SINFRA, contatado pelo blog ontem (14) sobre o assunto ficou de responder mais tarde, mas não retornou a ligação. Porém o mesmo contato foi feito com o Secretário de Comunicação Robson Paz e esse respondeu que a paralização das obras tem a ver com umas pendências burocráticas, que já estão sendo resolvidas e que o retorno dos serviços deverá ocorrer nas próximas semanas.

O trecho da MA 312 para ser asfaltado tem a extensão de 39 km, orçado em R$ 26.422.620,14 (vinte e seis milhões, quatrocentos e vinte e dois mil, seiscentos e vinte reais e quatorze centavos) prevista para ficar pronto em 360 dias. A fonte dos recursos é o Tesouro Estadual e faz parte do programa Mais Asfalto.

Daby Santos - edição Neto Pimentel

Nenhum comentário:

Postar um comentário