Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de junho de 2016

ALARMANTE: Piauí começa a se destacar como o estado nacional dos estupros coletivos

Mais um caso de estupro coletivo é apresentado no Piauí, que começa a ficar com a fama de estado do país com o maior número de vítimas estupradas por vários homens, em menos de um ano. Este é o quarto caso.
Crime ocorreu na cidade de Sigefredo Pacheco, Norte do Piauí: Foto: reprodução TV clube

Os crimes ocorreram dentro de um ano em quatro municípios diferentes localizados no estado do Piauí. Em todos os casos, mulheres foram vítimas de estupro coletivo e encontradas desacordadas.

O caso ocorrido ontem, onde uma jovem de 21 anos foi vítima de quatro homens, onde ela afirma conhecer três chama à atenção para a violência contra mulheres que se tornou rotineira no estado.

Nas imagens gravadas pelo celular, os estupradores tem consciência do que estão fazendo é errado, eles tocam a vagina da mulher que não esboça nenhum movimento. O caso foi registrado na cidade de Sigefredo Pacheco, a 160 km de Teresina.

Até então, a jovem só soube do que ocorreu dentro do veículo após ver imagens suas circulando no aplicativo WhatsApp.

Foto: reprodução TV clube

O delegado que está a frente do caso ainda não intimou os suspeitos, mas afirma que não há dúvidas do crime de estupro cometido.

A jovem informou ainda que lembra apenas que consumiu bebida alcoolica oferecida por um dos rapazes e após isso não tem mais recordações.

Na semana passada foi divulgado outro caso ocorrido no estado, desta vez a vítima uma garota de 14 anos. Ela foi abusada em Pajeú dentro do banheiro de um ginásio poliesportivo. A mãe da vítima ainda chegou a flagrar os rapazes que já foram identificados, sendo um de 18 anos e outros três menores de idade.

Em maio, outra brutalidade contra mulheres foi registrada. Uma garota de 17 anos foi encontrada amarrada com suas próprias roupas. Ela foi levada desacordada para uma obra abandonada e violentada por cinco homens sendo um maior de idade.

Já no ano passado, em maio, o primeiro caso ocorrido no estado chocou o pais. Quatro menores entre 15 e 17 anos foram atacadas brutalmente, espancadas, agredidas e arremessadas de um penhasco de aproximadamente 10 metros. A barbárie ocorreu na cidade de Castelo do Piauí.

Na época, houve muita revolta por parte da população que chegou a tentar invadir a delegacia onde estava os quatro menores apreendidos.

Uma das jovens acabou falecendo dias após na cidade de Teresina por conta da gravidade em que se encontrava. Ela teve a face amassada e perdeu boa parte da massa cefálica.

Autoridades do estado precisam tomar medidas que possam coibir que novos crimes do tipo ocorram. Jovens estão cada vez mais expostos a criminalidade, tanto homens que cometem barbáries sem pudor algum quanto meninas menores que acabam sendo atacadas por monstros.

Na imagem é possível observar a altura do penhasco em que as garotas foram arremessadas
                       

informações Blog do Luis Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário