Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Homem é morto a facadas em Tutóia-MA

Na noite dessa sexta (24), nas proximidades do mercado público de Tutóia, um homem chamado de Veronilton de 27 anos, pescador, natural de Camocim-CE, foi morto após ser esfaqueado pelo menos por quatro vezes de forma profunda, vindo a falecer no local. 

Informações de populares afirmam que a vítima estava residindo a quase 1 ano na cidade. E dois elementos teriam cometido o crime. A polícia fará investigações no sentido de descobrir o que teria motivado tamanha brutalidade. 

Corpo de Veronilton no Hospital Municipal Lucas Veras 

Inscrições para o Concurso Público de Tutóia inciam dia 27 de abril com 602 oportunidades de emprego

                    No próximo dia 27 iniciarão as inscrições para o concurso público de Tutoia – Maranhão.

Até este sábado (25) estará sendo disponibilizado o edital para consulta dos candidatos.

Intensifique os estudos e Boa Sorte!!! 


                               

Clique AQUI para maiores informações 

UTILIDADE PÚBLICA

MARIA BETANIA GOMES COSTA


A senhora Maria Betânia Gomes Costa residente no povoado Bom- Gosto, perdeu hoje pela manhã sua bolsa contendo todos os seus documentos pessoais, incluindo cartões de créditos, cartão do Banco do Brasil e o cartão do bolsa família. Ela não lembra ao certo o local, mas se recorda que esteve no Alfa Supermercado em Tutóia. Presume, pois, sua bolsa foi perdida em Tutóia nas proximidades do Alfa Supermercado.

A senhora Maria Betânia está desesperada e pede quem encontrou ou vier encontra, entrar em contato com ela pelo celular: 989229823, que será bem gratificado. Ela pede que por favor devolva sua bolsa com seus pertences.



Atualizada as 22:53

A senhora Maria Betânia já encontrou sua bolsa contendo pertences e documentos. 

Governador concede aumento de 88% para servidores de segurança até 2018

                                       

Todos os membros de carreira da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e agentes penitenciários receberão recomposição salarial a partir do próximo mês. Em Medida Provisória encaminhada à Assembleia Legislativa, o governador Flávio Dino definiu a tabela de novos vencimentos das carreiras da Segurança Pública do Maranhão. O impacto gerado pelos novos investimentos será superior a meio bilhão de reais ao longo dos próximos quatro anos.
A partir de diálogo das pastas relacionadas à Segurança Pública com representantes dos servidores da área, a Secretaria de Gestão e Previdência do Estado construiu a tabela de realinhamento salarial para a categoria, que contemplam reajustes de 23,8% a 88% no acumulado até 2018. A decisão do Governo do Estado visa promover melhorias no serviço público estadual, valorizando as carreiras públicas e as condições de trabalho.
De acordo com a tabela apresentada pelo governo, os soldados e cabos da Polícia Militar terão recomposição salarial de 19,5%. O realinhamento para os praças militares acumulado para os próximos quatros anos será de 68,3%.
A informação foi dada durante a reunião semanal da cúpula da Segurança Pública com o governador Flávio Dino, nesta quarta (22). O realinhamento salarial garantirá que já no primeiro ano da nova administração, os servidores da Segurança Pública tenham aumentos superiores aos índices de inflação, garantindo impacto real nas finanças de 17.091 servidores ativos e inativos.
A recomposição salarial dos servidores da Polícia Civil e dos Agentes Penitenciários será de 5% no valor recebido atualmente, além de outros ganhos destinados à categoria. Um deles é o aumento integral de R$ 275,00 no auxílio-alimentação. Os valores pagos anteriormente variavam entre R$ 164,00 e R$ 294,00.
Os servidores da Polícia Civil e Agentes Penitenciários também terão direito a aumento no adicional por trabalho noturno e por insalubridade. O adicional noturno das duas categorias terá aumento de R$ 125,00 em relação aos valores anteriores – que oscilavam entre R$ 80 e R$ 103. A gratificação por insalubridade terá aumento de R$ 100 a R$ 200 em relação à base anterior – que variava de R$ 64,23 a R$ 165,70.
Maior aumento para as categorias
No planejamento para os próximos quatro anos, o ganho acumulado para os servidores da Segurança Pública será maior que as concessões feitas nas gestões anteriores. No comparativo com o acumulado de 2011 a 2014, os servidores da Polícia Militar e Bombeiros tiveram, todos, 33,5% de realinhamento.
A Medida Provisória assinada por Flávio Dino e encaminhada à Assembleia Legislativa para a aprovação concede valores que, ao longo de quatro anos, podem chegar a 88% de readequação salarial.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Vaga para emprego. Necessita-se de uma Babá com urgência!!!

 O empresário Wellington Matos está necessitando de uma Babá para seus filhos, Interessadas entrar em contato nos fones: 98-3479-1259 / 98-98731-4180 , 98899-2342 ou 98-98899-2331. Paga-se bem!!!

                                                 



Atualizada as 22:55

O empresário Wellington Matos já contratou uma funcionária para os serviços de Babá de seus filhos. Vaga Preenchida

Polícia encontra veículos usados em assalto do BB de Brejo

Veículos abandonados pela quadrilha 
Na tarde desta quarta-feira (22), equipes de policiais militares que realizaram as buscas pelos bandidos que assaltaram o Banco do Brasil de Brejo, encontraram dois veículos abandonados numa estrada vicinal no Povoado Forquilha, zona rural do município, onde a quadrilha utilizou para fugir.

Foram encontrados uma Strada branca e um Fiat Uno vermelho - esse último, levado de um cliente da agência, onde parte da quadrilha utilizou durante a fuga, conforme revelou o Comando do 16º Batalhão de Polícia Militar de Chapadinha ao blog CN1.

Segundo informações do Major Glauber Miranda, 12 homens participaram do assalto à agência bancária, cinco assaltantes entraram na agência, enquanto outros cinco, davam cobertura na parte externa. Mais dois assaltantes, também deram cobertura na ação, utilizando duas Hilux - uma preta e outra prata, utilizadas na fuga, após a quadrilha abandonar a Strada e o Uno.

A polícia suspeita que a quadrilha seja formada pelos presos resgatados no inicio deste mês do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Policiais da região, continuam mobilizados nas buscas dos assaltantes, com apoio do GTA - Grupo Tático Aéreo.

O valor levado da agência bancária ainda não foi informado.

CRÔNICA DA SEMANA: "Quem são eles? Quem eles pensam que são?"

POR ELIVALDO RAMOS

O texto que segue é um, digamos, meio plágio por Tutóia. Quem é leitor assíduo saberá porque digo isso.
E, Por que se observa a revolta de muitos tutoienses na rede social? (e muitos destes morando em outros lugares)
Um trecho da música 3ª do Plural da banda Engenheiros do Havaí ilustra um pouco do que lhes apresento nas próximas linhas.

“Eles querem te vender, eles querem te comprar
(...) Querem te fazer chorar
(...) querem te matar, ...eles querem te sedar
(...) Vender... Comprar... Vedar os olhos
querem te deixar com sede
não querem nos deixar pensar
quem são eles?
quem eles pensam que são?”


Outro dia conversei com amigos que me diziam que inúmeros jovens tutoienses estão indo com mala e cuia embora para morar e ou trabalhar em outras cidades. Ou, simplesmente, porque muitos deles já não estão mais a gostar de ficar por aqui. E por que não querem ficar? Por falta de oportunidade. Nos últimos cinco anos, centenas de filhos desta terra foram atrás de oportunidades para eles e seus familiares. Muitos estão indo embora porque não acreditam mais prosperar com as poucas oportunidades ou que o governo possa criá-las. Não são só os que vão atrás de emprego que estão indo embora não. Noutra conversa com um empresário este dizia que deve se mudar de Tutóia. Ele não se sente seguro. Não acredita no governo. Nem em mudança.
Tutóia nunca esteve num patamar de desenvolvimento que empolgasse ninguém. Mas, já houveram pequenas indústrias e empregos. É bem verdade que uma ou outra coisa está melhor, como o acesso rodoviário e a comunicação, se compararmos com o passado. No geral, sempre vivemos com pobreza, corrupção, etc. Entretanto, antes não se vivia assombrado com a insegurança. O que aconteceu?


O “que mudou é a sensação de que batemos no teto de todas as possibilidades; de que, para alcançarmos voos mais altos, precisamos de mudanças importantes: de leis que regulem os precários serviços que temos, de valores, de ética.” E de que não há disposição no município para fazer essas mudanças. “Esse governo está perdendo a força política, e não tem ideias certas, nem a reputação necessária para imprimar as mudanças necessárias que precisamos”. O legislativo vem de um descrédito sem tamanho. E as lideranças que poderiam inspirar confiança do meio da sociedade já não existem mais e o que há é um ou outro grupo isolado a defender um interesse particular procurando um jeito de mordiscar um pedação do que está no baú da Viúva. Algumas das lideranças populares que vão aparecendo acabam por desestimular-se, outros vão pro bolso do governo. Estamos à deriva. “Todo mundo sabe que podemos mais, ninguém em sã consciência aguenta mais a situação atual, mas não parece haver vivalma que possa nos conduzir deste atoleiro ao eldorado”.
No comando do município já passamos de médicos e fazendeiros a caçambeiro aos solavancos e não conseguimos visualizar melhoras.

“Sim, é fácil culpar os políticos, os professores. Mas a diferença é que nós elegemos os políticos que estão aí e muitas vezes somos os professores. E seria fácil dizer que a culpa é de um ou de outrem”. Precisamos reconhecer: o problema somos nós, tutoienses. Todos reclamam dos políticos, das injustiças, da corrupção, mas são os mesmos que venderam o voto ou que querem uma benesse individual. E não são somente os analfabetos, os “do interior”. E, enquanto isso, os mais instruídos, os que pensam, os que denunciam, os que apontam os erros são taxados de perseguidores, de incompetentes, de invejosos, de loucos. Estamos vivendo na modernidade, no país da liberdade de expressão. Para tanto, precisamos ser livres. Precisamos respeitar e ser respeitado. Muitos daqueles que percebem que a nossa educação vai mal, que o município não anda, colocam os filhos em boas escolas e pagam caro, ou, vão embora, mudam os filhos daqui. O que nos faz compreender que não acreditam mais na nossa Tutóia.

Eu não sei qual será o impacto desse desânimo, até porque não sei que tamanho ele tem. Mas será, sem dúvida, negativo. Não se faz um município forte sem gente que pense, sem responsabilidades, sem geradores de emprego, sem uma gestão ajuizada. “Uma liderança conduz o município, cria sonhos que mobilizam a população e definem as instituições que permitirão sua consecução”. Muita gente, digamos, da elite de nosso município e não somente a elite financeira, mas a elite intelectual teria condições de viver em outro lugar, mas preferiram ficar aqui, por esperança. Hoje já não se acredita mais. Se todos os nossos melhores cérebros e empresários forem embora, não haverá dias melhores em Tutóia. Os que no poder aí estão precisam pensar no conjunto da sociedade, nos seus filhos e no futuro desse município. Não matem os sonhos das pessoas. Se há muitas reclamações é porque algo está errado. E se está errado é preciso consertar. Olhem o exemplo do Brasil.